Sem categoria

Novotel Morumbi: Vista com sabor, nopadrão Novotel.

Por em 29 de novembro de 2021

Fomos convidados a vivenciar uma diária do hotel com piscina e vista linda da Ponte Estaiada paulista.

As instalações novas, com equipamento de ginástica bom, combinam com executivos durante a semana e família no weekend.

O ambiente pet e children friendly certamente está sendo bem aprov

eitado, mas também os eventos voltaram com força! Tanto é que em dois dias vimos um casamento e o que seria uma festa eletrônica no domingo – sempre observando o horário determinado por lei. “Terminará às 21:59”.

Pontos altos da gastronomia incluem o delicado tartare de banana da terra, mojito light, salmão no tarê com puré de mandioquinha, filé a parmegiana e um agnolotti de muçarela de búfala, com crocantes churros com doce de leite.

 

A localização também é ponto forte: São Paulo Expo está a 24 minutos de carro do hotel, o Unimed Hall está a 10 minutos, o aeroporto de Congonhas a 12 minutos e o autódromo de Interlagos está a 14 minutos. Para compras e lazer com a família o SP Market, onde fica o Parque da Mônica, está a 10 minutos de carro do h

otel, e o Morumbi Shopping está a 6 minutos. Passeie pelo centro histórico de São Paulo, a 30 minutos de carro do hotel.

Mas a maior preocupação do Rafael Gerente Geral “hand on” do Hotel é o serviço “Há mais de 4 mil quartos de hotéis só aqui na Berrini, os clientes retornam pelo atendimento”. Isso é evidenciado não só pelo gerente, mas também no garçom Jailson, que com sua simpatia conquista o salão.

O hotel pretende investir em gastronomia e eventos. Estamos animados pelo que vem por aí.

Parabéns e Muito Obrigada pelo acolhimento!

Leia mais

Sem categoria

Synesthesia – Remy Effect – o Efeito Ratatouille

Por em 22 de maio de 2021

IMG_5160“E você morreu” diz o Remy …

🇬🇧🇱🇷🇺🇸 “Well, you‘re dead. Ah, but that is no match for wishful thinking. If you focus on what you‘ve left behind, you‘ll never be able to see what lies ahead. Now go up and look around.”

Portuguese/English

***

“Ah, mas se você olhar sempre para trás, nunca vai ver o que está à sua frente”… diz o Chef…

lembra minhas conversas com meu pai… é por essas e outras que eu tenho uma paixão por Ratatouille – da comida ao filme… desde pequena!

Além de dois ensinamentos incríveis: modéstia e aprender a ser feliz ao saber mudar de ideia e evoluir… há outros…

Aliás, um dos momentos mais lindos do filme é ver ele ensinando (ou tentando ensinar) ao irmão a combinar sabores.

Essa “sensação Remy” de conseguir intuir a combinação de sabores tem nome: a chamada Synesthesia.

“Sinestesia (do grego συναισθησία, συν- (syn-) “união” ou “junção” e -αισθησία (-esthesia) “sensação”) é a relação de planos sensoriais diferentes: Por exemplo, o gosto com o cheiro, ou a visãocom o tato. O termo é usado para descrever uma figura de linguagem e uma série de fenômenos provocados por uma condição neurológica.” fonte: Wikipédia

*** 🇬🇧🇱🇷🇺🇸

I am extremely fond of this Pixar movie. Actually not only it inspires to follow your dreams, it also teaches two core lessons for living:

One – modesty. Knowing to acknowledge that you need to evolve and change your opinion. And this means that you can learn to be happier.

Second – being open to learn. One of my favorite feelings is to see Remy teaching (or attempting to) lecture his brother into savoring mixed sensations.

This has a name. This is what enables us to combine and achieve a variety of feelings and emotions through seasonings… and this has a name.

“the production of a sense impression relating to one sense or part of the body by stimulation of another sense or part of the body.” Wikipedia.

But I rather another definition.

“In literature, synesthesia refers to an author’s blending of human senses to describe an object. Phrases like a “loud dress” or a “chilly gaze” blend our sensory modalities. Novelists and poets who use synesthesia in literature include: Dante in The Divine Comedy (1472): “Back to the region where the sun is silent.”

Source:

https://www.masterclass.com/articles/how-to-use-synesthesia-in-your-writing

Leia mais

Sem categoria

Mauro Sierro

Por em 4 de abril de 2021

Experimentei a melhor tarte tatin de São Paulo. Simplesmente incrível! A massa folhada abraçando as maçãs, sendo acompanhada por um vinho branco suave em um sábado à noite, era tudo de que precisava.

Logo após ser apresentada à torta dos deuses, fui ligeira perguntar à minha prima quem era o responsável pelo doce que aguçou os meus sentidos e marcou a minha noite.

Seu nome é Mauro Sierro, chef de 29 anos, nascido no interior de São Paulo, que já rodou o mundo para estudar e conhecer as belezas e os desafios do universo gastronômico.

Descobri que, além de a tarte tatin ser dos deuses, a prestação do serviço também é especial. Por isso quis conhecer o chef Sierro mais de perto, e foi nesse momento que entendi o porquê de a torta ser tão singular.

Sierro vem de uma família que tem a cozinha como profissão. Durante o nosso bate papo, sua primeira menção à gastronomia foi a padaria do seu bisavô: Irmãos Sierro e Silva. O chef contou que suas imersões começaram quando ainda tinha 7 anos de idade, pelos de seus avós maternos. Sierro os vivenciava as atividades do metier no açougue, que posteriormente foi transformado em bar e restaurante.

E foi, por meio dos avós, principalmente do o seu avô José Luiz Dias, que compreendeu, ainda muito novo, o que queria ter como profissão.

Sierro cursou a faculdade de gastronomia do SENAC em Águas de São Pedro. Muito dedicado, começou a estagiar logo no início. Depois de formado, fez sua primeira parada na Espanha para estudar a culinária basca, trabalhando no Castillo De Arteaga; tempos depois, já no Brasil, fez seu segundo voo, agora rumo à Suíça para bacharelado em cozinha europeias na Culinary Arts Academy Switzerland – com especialização em chocolates e açúcares – e sequencialmente trabalhar no hotel Terminus – 2 estrelas Michelin.

Após concluir o bacharelado e finalizar os desafios de trabalhar com Didier de Courten, Sierro retornou ao Brasil e aceitou seu novo desafio, ser Chefe de Cozinha Executivo do Grande Hotel Senac em Campos do Jordão, e nunca mais parou. Foi professor na Unoeste, fez parte de projetos gastronômicos com Alex Atala, foi um dos finalistas em 2019 na Seletiva Nacional do Bocuse d’Or, e hoje é Chefe de Cozinha Executivo em um banco privado e desenvolve sua própria marca – Sierro – com produtos fantásticos, como os drageados de Páscoa e a inesquecível tarte tatin, além da produção de eventos privados, através de jantares harmonizados.

Sierro tem marcado sua vida com inúmeros desafios e muito amor a sua profissão, e são exatamente esses componentes que fazem suas comidas tão especiais. Naquele sábado, em meio a tantas loucuras que estamos vivendo, Sierro nos presenteou afeto em formato de tarte tatin.

Leia mais

Sem categoria

2 Quick low carb recipes

Por em 13 de março de 2021

Salmon with shitake: powder ginger upon the salmon, one orange juice freshly squeezed, drizzle with honey and add salt and pepper. Placd olive oil, specially under the fish.

In the same dish, place the washed shitake, olive oil, soy sauce and black pepper.

Put thyme and rosemary and bake for 30min.

 

Flash recipe 2:

Place the steak on the platter with olive oil, potatoes, tomatoes, coarse salt, meat seasoning, rosemary and thyme. Leave it for 35 min in Pre heated oven.

I’m enjoying the Black Flag seasonings in the recipes. Expecting to yield several posts. This concept of 30-40min recipes is for home office moments. Or even for the day-to-day post pandemic.

Leia mais

Sem categoria

Receitinhas Flash

Por em

Receitinhas Flash 1: deixe no forno e vá buscar o filho no colégio ou fazer uma aula on-line de academia.

Salmão com shitake: no salmão, coloque gengibre em pó, uma laranja exprimida, regue com mel e bote sal e pimenta do reino. Coloque azeite no fundo.

Na mesma travessa, coloque o shitake lavado, azeite, shoyu e pimenta do reino.

Coloque tomilho e alecrim e leve ao forno por 30min.

Receita flash 2:

Coloque a fraldinha na travessa com azeite, batatas, tomates, sal grosso, tempero para carne, alecrim e tomilho.

Estou aproveitando os temperos da Black Flag nas receitas. Bom que vai render vários posts. Essa ideia de receitas de até 40min é para momentos de home office. Ou mesmo pra o dia a dia pos pandemia. Sabor com facilidade.

Fica sensacional com um bom tinto. Tivemos o prazer de provar o Cassione que é de admirar no meu aniversário. Presente de @bellarobaproductions

Leia mais

Sem categoria

Por em 8 de março de 2021

FELIZ DIA DAS MULHERES

“A comida é contato, fortíssimo, que se estabelece com a vida. A começar no próprio ventre materno. À medida que um ser nasce e cresce, vai desenvolvendo seu relacionamento através da comida. Que marca também vários ritos de passagem. Batizado, casamento, nascimento de filhos, aniversários, bodas, festas religiosas, tabus – sempre há um dedo de comida na celebração de um rito.

Uma refeição não elimina apenas a fome. Pode dar prazer, ajudar a resolver negócios, seduzir parceiros, encontrar e fazer amigos, compartilhar experiências. Comida é poder: artigos de antropólogos e estudiosos não faltam.”

Daí, nossa homenagem ao dia da Mulher que nos seduz com o maior dos poderes – é ela que permite o primeiro alimento: do ventre.

Texto: Danusia Barbara
Foto: Fabiani Li

https://www.instagram.com/p/CMKVEymBKpB/?igshid=1jrj951k2w8tb Parabens a todas

Leia mais

Sem categoria

🍅 tomates

Por em 7 de março de 2021

“Tomate tem parte com diabo, é coisa de feiticeira, é sangue correndo solto bem ao contrário da beterraba, que tem textura e cor de sangue coagulado. Nunca coma tomate, é veneno puro, apesar de afrodisíaco. No máximo, serve para enfeitar jardins.” Achou esquisito, estranhou tais pensamentos? Pois durante muito tempo assim foi considerado o tomate na Europa, onde se olhava de soslaio aquele fruto que chegara dos Andes, conseqüência da descoberta da América.
Nativo do Peru (…), era pequenino como uma cereja e amarelo como o sol. No México não o esnobavam, saboreavam com alegria o tomatl, e havia em tanta fartura que sequer pensavam em cultivá-lo. Os espanhóis o levaram para Europa, mas se arrependeram. Ninguém queria comer aquilo e no máximo os ingleses concediam usar a planta como elemento decorativo. A ojeriza era tão grande que há escritos registrando como o fruto tinha capacidade de corromper (sic) estômagos e almas. Levado para a Itália com certo marketing, ou seja, sob o nome de pomo d’oro (por ser amarelo e ter supostos poderes afrodisíacos), continuou desprezado até alguns campônios conseguirem desenvolver uma variante vermelha.
A partir daí e passados muitos anos, as coisas foram mudando. Em meados de 1700 o cozinheiro italiano Francesco Leonardi preparou uma massa com molho de tomate na Itália e o restaurante dos Trois Frères Provençaux, (…) em Paris, passou a servir alguns pratos com tomate. O sucesso foi chegando, inventou-se o tomate recheado e o que era um fruto assassino passou a ser um alimento indispensável, viceral. Molhos, sopas, ensopados, massas, coquetéis, purês, suflês, saladas, o tomate ocupou seu espaço de best-seller na gastronomia. Pode imaginar uma cozinha sem tomates? Até Pablo Neruda rendeu-se e escreveu a Ode ao Tomate. Em suma, a saga deste fruto é digna de Guimarães Rosa: começou como algo maldito, traiçoeiro – “O diabo na rua, no meio do redemoinho” – e transformou-se em algo fundamental no ketchup cultural do mundo -“Nonada. O diabo não há!… Existe é homem humano. Travessia.”. Texto: Danusia Barbara – Jornal do Brasil Foto: Fabiani Li #comidaeseducao #historia #foodhistory #foodporn #tomate #tomatoes

Leia mais

Sem categoria

Fusilli com polvo e lula na própria tinta

Por em

Fusilli com polvo e lula na própria tinta

Em homenagem ao dia da mulher, este final de semana eu e filhota estamos escolhendo as refeições. Ela pediu para visitar o mercado Coreano e eu uma massinha com frutos do mar.

Levou
Tomate
Cebola
Alho
Alho poro em pedaços grandes
1 Polvo médio
1kg de Lula
Tomilho
Sal
Pimenta do reino
Resto de vinho branco ou espumante seco
Azeite
Alecrim
Louro
Páprica doce e picante

Como fazer:Amasse o polvo na mão com sal grosso por 3min. Tire o sal com água.

Numa panela de pressão refogue no azeite 2 cebolas, 1 cabeça de alho cortada ao meio, 2 cenouras e 1 alho-poró (cortar os legumes em pedaços grandes). Após dourar, acrescentar 100ml de vinho branco ou espumante seco, sal, pimenta do reino, tomilho, alecrim, louro e água. Deixe cozinhar por 8 minutos após pegar pressão.

Tire o polvo e pique em pedaços grandes.

Use o caldo do polvo (só o líquido) para cozinhar o fusili (acrescente mais água e sal, se necessário) e deixe-o bem al dente. Reserve.

Tire a tinta da lula (receita já postada) e corte a lula em anéis após limpa. Reserve marinada em sal, alho e pimenta do reino.

Em uma panela ou wok, frite rapidamente (3-4 minutos) no azeite em fogo alto as lulas e o polvo. Retire da panela.

Pique 1 cebola grande, 4 dentes de alho e 2 tomates sem casca e sementes, tudo bem pequeno. Na mesma panela em que havia fritado as lulas e o polvo, refogue a cebola e o alho, acrescentando tomate, sal e páprica doce e picante (cuidado para não exagerar na picante!). Acrescente a tinta da lula diluída em água e deixe cozinhando até reduzir e engrossar o molho.

Adicione a massa, o polvo e a lula e misture.

Sirva com um bom vinho. Nesse sentido fica a dica de Harmonização – a celebração contou com um elegante, suculento, intenso e complexo Petit Caro de cor rubi da Argentina Bodegas Caro (projeto conjunto dos ícones Catena Zapata e Château Lafite Rothschild). Um corte Mendocino de Malbec (65%), Cabernet Sauvignon (32%) e Cabernet Franc (3%) dá para sentir a força andina vinda do rio Tunuyan.

A complexidade do vinho sugeriria harmonização com caça e carnes fortes, mas eu gosto de mesclar a força do tomate com a presença do polvo, sentindo um prazer enorme no pairing.

Comemorações agradecendo à @bodegascaro @mistralvinhos e @sofiacarvalhosa

IMG_3055

Leia mais

Sem categoria

Focaccia caseira

Por em 5 de fevereiro de 2021

Receita de Focaccia Caseira do @jusfoodiary

In English at @jusfoodiary

Ingredientes e preparo para a esponja:

.

. 100g de farinha de trigo para pão, ou farinha com fermento

1 sachet de 10g de fermento seco  para pão.

100ml de água morna

1/2 colher de chá de açúcar

Misture!

Cubra!

Deixe descansar por 1 hora.

.

Ingredientes e preparo:

.

Numa bacia coloque:

400g  de farinha  de trigo para pão, ou com fermento.

1/2 colher de sopa de sal

20ml de azeite de oliva extra virgem

Acrescente a esponja e vá colocando 300ml de água morna devagar.

Misture.

Forme uma bola.

A massa eh mais mole.

Cubra.

Aguarde 5 minutos.

.

  Descubra a massa, molhe as pontas dos dedos. Faça 4 dobras, esticando as extremidades/ formato de envelope de 4 pontas.

Cubra.

Aguarde 5 minutos.

Repita esse processo, mais 3 vezes, a cada 5 minutos/ total 20 minutos.

Cubra e deixe crescer/ 1 hora.

.

  Pre aqueça o forno em 200C/ 20 minutos. Unte 1 tabuleiro de 30X20cm com. Espalhe a massa sobre ele. Coloque 1 colher de sopa de azeite sobre ela.

Asse por 15 minutos.

Mais detalhes em https://www.instagram.com/p/CFDwO9wAxEp/?igshid=h41gtrj9p4pk

Leia mais

Sem categoria

Receita de torta bancos

Por em 31 de janeiro de 2021

TORTA BANOFFE

Ingredientes:
• 400 g de doce de leite pronto de boa qualidade
• (Opte por um que seja bem consistente ou feito do leite condensado)
• 5 bananas cortadas em rodelas
• 400 g de nata ou opção chantilly batido
• 2 pacotes de biscoito maizena triturado
• 200 g de margarina culinária
• 1 colher de chá de canela em pó ou raspas de chocolate amargo para polvilhar
• 1 barra /1 barra e meia de chocolate amargo

Modo de preparo:
Primeiro triture o biscoito maizena. (Pode ser no liquidificador mesmo). Até ficar bem fino. Como uma farinha. Quando ficar com consistência bem fina misture com a manteiga derretida até parecer uma areia úmida.
Leve a farofa para uma forma de fundo falso e vá moldando.
Guarde a forma um tempo no congelador e logo após leve rapidinho ao forno pra dar uma firmada na consistência da massa.
Após retirar do forno, despeje um pouco de chocolate derretido em cima da massa de biscoitos maisena triturados e pincele. É importante colocar o chocolate derretido para que a massa não fique mole ao adicionar o doce de leite.
Coloque o doce de leite (pode ser o feito com leite condensado mesmo).
Em seguida, após colocar uma boa quantidade de doce de leite na massa, faça uma camada com as rodelas de banana e por cima coloque a nata ou chantilly batido.
Para finalizar polvilhe canela ou raspas de chocolate.

Observação: As medidas podem ser adequadas ao tamanho da forma que será utilizada.
Essa receita foi realizada em forma redonda. Tamanho aproximado de 30 cm.

Leia mais